• 11 3841-9377
  • contato@saogermanooncologia.com.br
Câncer e vacina contra Covid-19

Câncer e vacina contra Covid-19

24 jan 2021

SIM! Pode e deve!!!

Pessoas com câncer (principalmente câncer de pulmão, tumores hematológicos e aqueles com metástases) apresentam maior risco de evoluirem com complicações e morte pela SARS-C0V-2, e por isso devem ser vacinadas.

Apesar dos estudos que aprovaram as vacinas terem incluído poucos pacientes com câncer, temos evidências suficientes para concluir que o malefício de se adquirir a infecção pelo Covid-19 é maior do que os possíveis efeitos colaterais da vacina para um portador de tumor maligno.

 

Segurança

As duas vacinas autorizadas hoje no Brasil – a CoronaVac e de Oxford/AstraZeneca – podem ser tomadas por indivíduos com câncer. Ressalta-se apenas que, se puder escolher, o paciente imunossuprimido deve dar preferência à CoronaVac, que confere protecção através da inoculação de vírus inativado (“morto”). A exemplo do que ocorre na imunização contra a gripe, esse tipo de vacina é incapaz de causar a doença em quem a recebe. Por isso, as vacinas de vírus inativado são as mais usadas em pacientes  que estejam em tratamento quimioterápico.

Já a vacina da AstraZeneca utiliza um adenovírus incapaz de causar doença em humanos para carregar o material genético do Covid-19 para dentro das nossas células. Com isso, uma proteína de superfície do vírus é produzida pelo sistema imunológico do indivíduo, gerando a resposta imune que será capaz de combater o Covid-19 precocemente caso a pessoa seja infectada por ele. Apesar de a empresa garantir que o vírus não consegue se reproduzir em humanos, temos menos embasamento sobre a segurança do uso dessa vacina em pacientes oncológicos.

 

Eficácia

Quanto à sua eficácia em indivíduos em tratamento de câncer, temos dúvidas em relação a ambas as vacinas. Isso porque muitos tratamentos contra tumores malignos – como a quimioterapia – reduzem a imunidade do paciente, fazendo com que a resposta do organismo à vacina não seja tão eficaz. Por isso, o ideal é que o paciente tome a vacine antes de iniciar uma quimioterapia ou outro tipo de terapia imunossupressora. Converse sempre com o seu médico sobre qual o melhor momento para tomar a vacina.

 

Já tive Covid. Devo me vacinar?

Há diversos casos de indivíduos que se reinfectaram pelo vírus, portanto pessoas que já tiveram Covid-19 devem ser vacinadas, independente do resultado do teste de sorologia.

Não se sabe ao certo quanto tempo depois da infecção a pessoa pode ser vacinada, mas alguns serviços recomendam que quem já teve a doença aguarde pelo menos quatro semanas para tomar a vacina.

Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios
Convênios